Já reparou que a maioria das discussões sobre transformação digital têm abordagens superficiais e pouco falam dos produtos digitais e seu papel no crescimento de um negócio?

Isso não é em vão. Para abordar esse processo é preciso muito mais que meia dúzia de conceitos. Sem que exista análise, planejamento, estratégia e desenvolvimento de um produto digital, o sucesso de um negócio na nova ordem mundial está seriamente comprometido.

Todos os negócios que estão entre os melhores de seus segmentos estão inovando ou se planejando para isso, ou terão que amargar o destino de serem engolidos pelos produtos digitais desenvolvidos na concorrência a fim de, de forma mais simplificada e eficiente, atender às necessidades dos clientes e proporcionar experiências relevantes.

Se você e sua empresa desejam fazer um caminho diferente, muito mais responsivo e evolutivo, comece por entender neste post:

  1. O que são produtos digitais;
  2. O que são plataformas digitais;
  3. Porque produtos digitais são importantes para estratégia do negócio, e;
  4. Quais as vantagens de se ter um parceiro no desenvolvimento de produtos digitais.

Gostou? Então, boa leitura!

1. O que são os produtos digitais?

“Um produto digital é um produto ou serviço ativado por um software que oferece alguma forma de utilidade a um ser humano.”

Esta é a definição de produtos digitais de Jules Ehrhardt, fundador do estúdio de “capital criativo” FKTRY.

Deste conceito, podemos inferir que:

  • O centro da definição de um produto digital são os softwares. O ponto de contato de um usuário pode estar em vários dispositivos físicos ou plataformas, como por exemplo, aparelhos mobile, a web, ou wearable technologies. Mas, o software que é o responsável por conectar a parte que usamos (front-end) ao sistema por trás dela (back-end);
  • Um produto digital não é um produto físico. O produto físico pode ser um meio para usá-lo;
  • Como não é um produto físico, você não “possui” um produto digital você é um usuário dele;
  • Também, como não é produto físico, não tem limitações de tempo ou espaço, podendo gerar negócios escaláveis com crescimento exponencial;
  • Utilidade para o ser humano é bastante amplo, e os produtos digitais tanto podem ter um viés de utilidade para otimização de processos internos organizacionais, produtivos ou administrativos, ou de inovações em produtos (bens ou serviços) voltados a clientes.

Entre alguns exemplos conhecidos de produtos digitais, podemos citar os aplicativos bancários, de compartilhamento de transporte, marketplacesque reúnem diversas lojas, os versáteis chatbots, soluções de comunicação ou as bem-vindas plataformas de música e filmes em streamings.

É muito provável que você se relacione com pelo menos um deles diariamente, como é o caso das plataformas digitais.

2. Mas, o que é uma plataforma digital?

As plataformas digitais são modelos de negócios utilizados para cruzar mais eficientemente as demandas e ofertas de determinado produto ou serviço. Com efeitos de rede, as plataformas permitem escalabilidade e trazem benefícios tanto para as empresas, como para seus usuários.

O grande desafio desse modelo de plataforma digital é atingir o equilíbrio entre as duas pontas: existe um lado da prestação de serviço, ou venda de produtos, e do outro, o consumidor. Uma plataforma só será bem-sucedida se conseguir criar condições de atratividade para os dois lados até que se atinja esse equilíbrio – e o segundo desafio é manter isso ao longo do tempo.

Alguns exemplos do modelo de plataformas digitais bem-sucedidas no Brasil são o ifood e a 99 (99 Táxi), e as globais Uber e Airbnb.

3. Porque os produtos digitais são importantes para a estratégia do negócio

Com um desenvolvimento especializado de um novo produto digital ou mesmo aprimoramento e inserção de novas funcionalidades, é possível aproveitar as oportunidades, aprimorar seus processos e fazer com que o negócio prospere de forma escalável, aumentando assim seu market share.

Vejamos com mais detalhes algumas de suas inúmeras contribuições:

Produtos digitais otimizam os processos de negócio reduzindo seus custos operacionais

Imagine um mapeamento de todos os processos administrativos e produtivos de sua organização. É bem provável que encontre diversos pontos de otimização que um produto digital seria capaz de atuar.

Mesmo com a crescente adoção de tecnologias da informação, muitos processos ainda permanecem manuais ou pouco integrados, seja pela aparente complexidade de automação ou mesmo uma decisão estratégica da empresa. Quando se tem uma visão mais ampla, barreiras podem ser quebradas, e o que era complexo pode ter uma solução tecnológica simples. Isto geralmente passa pela busca de integração de informações que são capazes de reduzir custos, simplificar a usabilidade interna e aumentar a segurança das informações.

Desta forma, a tecnologia passa a servir aos processos e, às pessoas é cada vez mais conferida a incumbência de criar, de inovar, de fazer diferente de seus concorrentes, de usar sua inteligência para o crescimento do negócio. 

Produzem melhores experiências aos clientes e usuários

Se otimizam os processos do negócio reduzindo seus custos operacionais, também garantem melhores experiências para os clientes ou usuários finais.

É factual, por exemplo, que as redes sociais hoje façam parte da realidade e cotidiano de milhares de pessoas economicamente ativas.

Para o setor varejista por exemplo, independentemente do porte do negócio, oferecer canais de atendimento e relacionamento pelo facebook, instagram ou qualquer outra rede social é essencial, e, nesse sentido, nada melhor do que o desenvolvimento de um chatbotcapaz de promover interações e conversões de vendas.

Se para a empresa é uma garantia da venda, para o cliente é uma experiência satisfatória, que respeita suas preferências e necessidades, promovendo também maior praticidade.

Inovações incrementais dão suporte àqueles que já estão com o ciclo de vida avançado

Quando a organização já possui alguns produtos consolidados, mas que não estão com boas performances comerciais, trazer inovações incrementais, com versões melhoradas, novas funcionalidades ou até mesmo criar novos itens no portfólio é estratégico e pode ser muito eficiente.

Isso porque a base de clientes já conquistada pode ter o mesmo perfil de comprador, necessidades e interesses. Um exemplo prático: uma empresa desenvolve plataformas de Ensino à Distância (EAD) para universidades, e lança um módulo avulso com funcionalidades de gamificação; assim pode ofertar para os mesmos clientes pois sabe que se trata de um diferencial.

Esse novo produto digital, no entanto, também pode atrair novos clientes, como universidades que ainda não tinham investido no EAD por encontrar ferramentas limitadas para suas necessidades e estilo de ensino.

De modo geral, os produtos digitais podem então atuar em diferentes frentes de um negócio, potencializando o seu crescimento. 

Contudo, desenvolver um produto digital requer expertises e esforços específicos. Algumas empresas decidem internalizar 100% esta missão. Neste caso, é provável que encontrem dificuldades pela concorrência interna com suas próprias atividades voltadas ao seu core business, ou, na contratação deste tipo de profissional pela escassez de mercado, entre outras.

E, é aí que surgem vantagens de contar com um parceiro para o desenvolvimento. 

Explicamos.

4. Quais as vantagens de se ter um parceiro no desenvolvimento de produtos digitais?

Permite escalar o delivery de tecnologia

Supondo, por exemplo, que atualmente você conte com 2 times de 5 pessoas atuando no desenvolvimento de produtos digitais em sua empresa. Com um parceiro, o número de times para este propósito poderá ser ilimitado. Você poderá escalar exponencialmente sua capacidade de entrega de novas tecnologias.

O desafio de escalar o delivery de tecnologia pode ser mais comum que se imagina. Considerando que a velocidade dos avanços tecnológicos é na maioria das vezes maior que a capacidade da empresa em inovar, e, que internalizar todo o processo de desenvolvimento pode ser inviável por questões de espaço físico, estruturas de gestão e governança e dificuldade de atração e retenção de talentos, um parceiro pode ser uma saída estratégica. 

Assim, é possível inovar mais e mais rápido.

Permite que as atenções dos gestores se voltem para a estratégia do negócio e core business

Ainda que uma empresa de tecnologia, SaaS ou que gerencie plataformas digitais trabalhe diretamente com tecnologias, fato é que seu core business é centrado nos serviços que oferece aos seus clientes, certo?

Então, é estratégico que tenham profissionais dedicados ao aprimoramento de tais soluções.

Com um parceiro para o desenvolvimento de produtos digitais, a empresa pode equalizar seu foco tanto na manutenção da sua operação (produto “vaca leiteira”), quanto na capacidade criativa inerente à inovação, desde que o seu parceiro seja capaz de construir uma boa jornada de descoberta para a iniciativa (criação de um novo produto “estrela”).

Melhorias contínuas, competitividade e posicionamento estratégico

Um dos principais gargalos no desenvolvimento de produtos digitais é a continuidade desse processo de melhorias e novas funcionalidades.

Quando você contrata um parceiro de tecnologia, especializado em desenvolvimento de produtos digitais e metodologias ágeis, você passa a ter um time totalmente focado no processo de desenvolvimento e descoberta do produto, e com uma capacidade de reação rápida para que o feedback em tempo real dos usuários entre já no próximo ciclo de desenvolvimento (geralmente 1 ou 2 semanas). Algo inimaginável para o modelo de “fábrica de software” tradicional.

Garante que o foco esteja no processo de desenvolvimento de um novo produto digital 

Em um modelo de desenvolvimento mais próximo de “fábrica de software”, uma empresa pode ser contratada para a execução de um projeto e normalmente segue as diretrizes e requisitos do contrato (cultura de projeto). Por consequência, muitas vezes o foco fica nos prazos e escopo do projeto pré-estabelecidos em detrimento do desenvolvimento do produtoem si (cultura de produto) – com sua jornada de ideação, experimentações em ciclos curtos, ajustes, até o aprendizado com o seu lançamento.

Também, a internalização de todo o processo de desenvolvimento de produtos digitais pode parecer algo simples, mas, considerando que sua empresa está em pleno funcionamento, se uma demanda urgente acontece em algum processo ou ferramenta em uso, não seria incomum deslocar um ou mais membros de sua equipe para solucionar o problema? Neste caso, perder-se-ia o foco no desenvolvimento do novo produto digital devido a uma necessidade interna real da empresa.

Neste contexto, com uma equipe de desenvolvimento externa como parceira, todo o esforço técnico e criativo dela é colocado com a missão de desenvolver o produto digital com o máximo de inovação e conexão com o seu core business. E, neste processo de parceria para o desenvolvimento de novos produtos digitais pode-se incluir, entre outros: 

  • a descoberta das necessidades dos consumidores;
  • a investigação preliminar de gastos, aspectos técnicos e a própria viabilidade da execução;
  • a construção de um plano de negócios para aquele produto;
  • seu desenvolvimento;
  • os testes e validação com o protótipo;
  • e o lançamento com seus aprendizados.

Ainda, quando tudo isso é feito com foco exclusivo e metodologias ágeis, os resultados podem ser apresentados muito mais rapidamente, o que para alguns mercados pode significar a eliminação de um concorrente, não é mesmo?

Então, consegue perceber como uma parceria no desenvolvimento de produtos digitais pode ser primordial para o sucesso e crescimento do seu negócio? 

Atuando há mais de 16 anos no desenvolvimento de produtos digitais, a Invillia vem acumulando cases de sucesso e buscando também inovar em seu mercado de atuação. Numa proposta única, oferecemos para sua empresa times/squads de engenharia de desenvolvimento de produtos digitais. Tais times são contratados e geridos por nós e possuem a missão de conectar-se ao propósito de seu negócio. Numa relação de parceira, nossos clientes muitas vezes referem-se a nós como parte ou extensão de seus negócios uma vez que juntos queremos crescer.

Quer crescer conosco? Entre em contato e teremos prazer em te explicar melhor nossa proposta de atuação.

Postado em 11/07/2019

Invillia

Artigos relacionados